Hipertensão Arterial

Hipertensão Arterial

Define-se como a pressão sistólica (PS) igual ou superior a 130 mmHg ou a pressão diastólica (PD) igual ou superiora 85 mmHg ou ambas. A hipertensão não tem cura, porém deve ser tratada para impedir complicações como insuficiência cardíaca congestiva, falência renal e doença vascular periférica.

Os fatores de risco para hipertensão arterial são: idade, obesidade, sal (o excesso de sódio contribui para ocorrência), álcool, sedentarismo (sedentários apresentam risco 30% maior de desenvolver hipertensão que os ativos) e fumo.

Preferir:

Manter peso adequado.

Carnes magras em preparações assadas, grelhadas ou cozidas.

Leite/iogurtes/coalhada desnatados, queijos brancos.

Óleos vegetais: soja, canola, azeite, milho, girassol.

Alimentos ricos em potássio (natriurético): inhame, feijão preto, lentilha, abóbora, cenoura, chicória, couve-flor, vagem, espinafre, nabo, rabanete, abacate, banana, ameixa, laranja, mamão, maracujá.

Substituir o sal por alho, salsa, coentro, cebola, cebolinha, orégano, limão, louro.

Peixes gordos: sardinha, atum, cavala, salmão, arenque.

Semente de linhaça dourada (2 col.sopa/dia).

Aipim, inhame, batata-doce, pão sem sal ou integral em substituição aos pães com sal.

1 cabeça de alho amassado no azeite de oliva extra virgem.

Alimentos ricos em magnésio (são vasodilatadores, ou seja, ajudam a diminuir a pressão): couve, salsa, espinafre, gérmen de trigo, pão integral, nozes, amêndoas.

Ler sempre o rótulo de alimentos industrializados evitando o sódio e o cloreto de sódio.

Evitar:

Carnes gordas e frituras.

Enlatados: molho de tomate, azeitonas, picles, salsicha.

Embutidos: linguiça, mortadela, salame, apresuntado, calabresa.

Salgados: carne-seca, toucinho, bacon, aves/peixes defumados.

Caldo de carne, galinha, bacon ou vegetais, temperos prontos, sopas desidratadas.

Leite integral ou desnatado em pó, leite/coalhada/iogurte integral, queijos amarelos, cremosos, nata.

Produtos industrializados contendo sódio: bicarbonato de sódio, fosfato de sódio, glutamato monossódico, hidróxido de sódio, sulfato de sódio, propionato de sódio, ciclamato de sódio e sacarina sódica.

Estimulantes: café, chá preto, chá-mate, guaraná natural, refrigerantes à base de cola (principalmente os dietéticos), cappuccino.

Antiácidos a laxantes sem prescrição médica.

Alimentos dietéticos em excesso.

ATENÇÃO: consumo de sal < 6g/dia (4g adição + 2g alimentos). Essa recomendação também é para as pessoas que não tem pressão arterial elevada.